Metas e objetivos: como definir e qual a importância

As metas e objetivos são elementos-chave dentro das organizações, permitindo que as empresas cresçam de forma consistente ao longo dos anos.

Embora estes conceitos sejam utilizados como sinônimos, na verdade carregam diferenças importantes. Objetivos são mais “ideais”, ou seja, fazem parte do imaginário humano e nem sempre são atingíveis na realidade física.

As metas, por outro lado, são práticas e mensuráveis, quase o completo oposto dos objetivos. Em suma, os objetivos só são atingidos quando metas são batidas consistentemente.

Ficou claro dessa forma? Neste conteúdo, vamos falar um pouco mais sobre metas e objetivos, como funcionam, suas importâncias e como defini-los adequadamente. Confira!

Como podemos descrever os objetivos?


Na introdução, dissemos que os objetivos tendem a fazer parte do imaginário dos líderes, e isso acontece pois tendem a ser vagos e com pouca ou nenhuma instrução para atingi-los.

Em geral, são descritos com frases de uma ou duas linhas no máximo, expressando aspiração por algo que a empresa ainda não possui, mas tem (ou terá) capacidade de possuir (ou ser) no futuro.

Para que uma empresa atinja seus objetivos, ela precisa criar planos menores, que quando executados a aproxime do resultado que almeja. Esses planos e ações são chamados de metas.

Exemplos

Uma empresa que vende calçados pode almejar ser a “maior vendedora de calçados de São Paulo”. Viu como essa frase é vaga? É isso que chamamos “objetivo”.

Embora pareça algo sem sentido, na verdade ele serve para dar o passo seguinte, que é planejar ações para alcançar o objetivo. No caso, essa empresa pode investir em novos canais de venda, parceiros comerciais e/ou diversas promoções.

Existem objetivos que colocam números, como “vender um milhão de calçados por mês”. Embora seja mais específico que o anterior, esse objetivo ainda é vago demais para ganhar o título de “meta”. Vai vender um milhão de calçados de que forma?

O que são metas?


Indo na contramão dos objetivos, as metas são claras, concisas e carregam planos de ações. Portanto, elas podem levar páginas inteiras para serem explicadas, e ter implicações em diversos setores da empresa.

Além disso, as metas servem para alinhar os colaboradores da empresa em um objetivo comum. Ao contrário dos objetivos, as metas são fortemente quantitativas, necessitando de números para comprovar seu sucesso.

Para alguns colaboradores, as metas podem parecer somente um número, mas na verdade elas carregam o peso dos objetivos da empresa, sejam de curto ou longo prazo, que são estruturados pela administração da companhia.

Exemplos

Vamos usar como exemplo o objetivo “maior vendedora de calçados de São Paulo”. Com base nele, uma meta poderia ser “conseguir abrir 10 lojas em 6 meses”.

Mas essa meta está um pouco fraca; precisamos definir como, onde e quando essas lojas serão abertas. Uma forma de escolher o “onde” das lojas é a distância entre elas e os fornecedores, por exemplo.

Já o “quando” pode levar em conta o caixa da empresa, dado que abrir 10 lojas pode ser um grande investimento, a depender do tamanho da marca.

O “como” pode envolver o estabelecimento de franquias ou lojas menores, como quiosques em shoppings ou totens em lojas maiores.

O que significa metas SMART?


A sigla SMART, EMART em português, foi criada nos anos 80, tendo como objetivo facilitar a descrição das metas. No caso, cada letra da sigla representa uma característica que a meta deve ter, seguindo a relação a seguir:

E de Específico: a meta precisa ser específica, bem delineada e de fácil entendimento. Ou seja, ela deve ser clara e objetiva para que não haja dúvidas na hora de sua implementação;

M de Mensurável: as metas devem ser mensuráveis. Como deixamos claro nas seções anteriores, metas são quantitativas, ou seja, trabalham com números. Ser mensurável também implica em estabelecer indicadores para elas;

A de Atrubuído: uma meta não pode ser designada sem uma lógica por trás da decisão: ela precisa ser atribuída a um colaborador ou equipe com maior proximidade com seu campo de atuação;

R de Realista: embora as metas tendem a ser desafiadoras, eles devem prezar pelo realismo, devem ser “atingíveis”;

T de Temporal: elas precisam ter começo, meio e fim bem definidos.

Como estabelecer metas e objetivos?


As metas e objetivos andam de mãos dadas, sendo os objetivos elaborados primeiro que as metas, como forma de moldá-las de acordo com a necessidade da empresa.

Para estabelecer um objetivo, você deve olhar para sua empresa de forma crítica, localizando seus pontos fortes e pontos fracos. No caso, os melhores objetivos sempre estão embasados ou em minimizar um ponto fraco, ou maximizar um ponto forte.

Se sua empresa consegue vender muito bem e de maneira consistente, um objetivo pode ser triplicar a quantidade de vendas.

Posto um objetivo, devemos elaborar metas para que ele vire realidade. No caso, vender mais significa alcançar mais pessoas, e isso é tarefa do marketing da companhia. Além disso, existem métricas de alta relevância para as vendas, como a geração de leads - consumidores que demonstraram interesse em seus produtos - ou campanhas de remarketing, para aproveitar os contatos que sua empresa já possui.

Viu como é simples estabelecer metas e objetivos? Basta conhecer sua empresa muito bem!

Por que devemos ter metas e objetivos?


Agora que você entende bem o que são metas e objetivos, vamos apontar alguns motivos para você implementar esses conceitos na sua empresa. Vamos lá!

Elas fornecem um guia

O primeiro grande impacto dos objetivos e das metas é que elas servem como um guia para seus colaboradores.

Você já imaginou como seria se as empresas trabalhassem sem metas? Os trabalhadores fariam o serviço de qualquer jeito, sem saber onde estão e para onde pretendem ir, causando um caos total na organização.

Falando em caos, as metas servem justamente para impedir que ele se estabeleça, pois, como descrevemos anteriormente, elas precisam ser claras e objetivas, além de mensuráveis e realistas. Ou seja, fica fácil manter a ordem na produção ao usar esses conceitos com maestria.

Fica mais fácil mensurar os resultados

Outro ponto importante que precisamos lembrar é que, quando temos metas e objetivos estabelecidos, é mais fácil mensurar os resultados e o sucesso da empresa.

Sabe o que é mais incrível nisso tudo? Essa mensuração é vista tanto no qualitativo quanto no quantitativo; ou seja, os números indicam o sucesso da empresa, ao passo que aspectos subjetivos, que podem ser apontados de forma indireta, também validam os resultados alcançados.

Aliás, quando falamos em metas devemos lembrar que é obrigatório mensurar o progresso das equipes, dado que as metas nada mais são do que os objetivos particionados em tarefas menores.

Permitem a progressão

A progressão é fundamental no mercado moderno, mas nem sempre é fácil dar passos para frente.

Vamos supor que sua empresa tem objetivos bastante ambiciosos. Como você vai fazer para atingi-los? Em suma, a forma mais eficiente é quebrar os objetivos em metas pequenas, e ir conquistando-as ao longo do tempo.

Dessa forma, não demorará muito até sua empresa alcançar o objetivo almejado, ainda mais se as equipes acumularem experiências práticas.

Como os objetivos tendem a ser ambiciosos, atingi-los significa alcançar um novo patamar para sua empresa, de modo a conquistar mais espaço no mercado competitivo da atualidade.

Expandem a empresa de forma saudável

Existem empresas que conseguem crescer da noite para o dia, mas isso é feito através de artifícios que nem sempre são sustentáveis, ainda mais quando falamos em startups e empresas do gênero.

De que adianta conseguir um investimento enorme para seu projeto, se sua empresa não consegue caminhar com as próprias pernas? É por isso que o crescimento progressivo, que pode levar anos para acontecer, é bastante recomendado.

Em suma, as empresas crescem na base da “tentativa-e-erro”. Ou seja, elas exploram novos mercados, diferentes tipos de consumidores e produtos para seus portfólios, até conseguirem algum resultado satisfatório. Feito isso, elas continuam a investir e aumentar sua base de clientes, ao passo que mantêm a descoberta de novas formas de lucrar.

Conforme o tempo passa, elas ganham mais espaço no mercado, mas isso é bem diferente das empresas que crescem rapidamente: as de crescimento lento levam uma bagagem de experiência muito valiosa.

Trata dos principais desafios da organização

Todas as empresas possuem desafios que devem ser superados. Eles podem ser de origem interna ou externa, sendo ambos de mesma importância para a organização.

Quando seu negócio define metas e objetivos, é preciso avaliar como a empresa está indo para que as informações usadas apontem o caminho certo.

Por exemplo, uma empresa que planeja vender mais precisa de novos fornecedores para atender adequadamente a demanda que terá. Essa necessidade é um dos desafios desse objetivo, que pode ser convertido em uma meta, como conseguir mais 5 novos fornecedores de qualidade para sua empresa.

Entretanto, sua empresa pode sofrer com alta rotatividade de colaboradores, e mais uma vez uma meta atrelada a essa métrica pode ser estabelecida.

Em resumo, sempre é possível moldar suas metas e objetivos de acordo com as necessidades de sua organização, e fazer essa tarefa com maestria garante competitividade.

Gostou deste conteúdo? Temos mais materiais como este em nosso blog!

Leia em nosso blog

Como calcular preço de venda, margem e markup

Saiba TUDO sobre como calcular o preço correto dos seus produtos. Aprenda as diferenças entre margem, mark-up, markdown e CLD!

Cálculo do custo do produto fabricado

Aprenda de forma rápida o PASSO A PASSO de como calcular o custo do produto fabricado da sua padaria, confeitaria ou afins de forma correta!

14 Ideias criativas para padaria vender mais

Aprenda 14 ideias criativas para padaria que realmente geram resultados como aumento de vendas e fidelidade dos clientes! Não esqueça de aplicar a ideia bônus.

Layout de loja

Você entenderá de forma clara e objetiva a razão para tratar como prioridade tudo que envolve este processo de organização da sua área de vendas!

Como fazer encarte de supermercado

Neste artigo você vai aprender PASSO A PASSO como fazer um encarte matador! O design é importante, mas vamos focar nas estratégias para você lucrar com ofertas.

Como aumentar vendas no varejo

Todo empreendedor sabe que aumentar vendas é essencial para manter as portas abertas. É por isso que empresas ao redor do planeta procuram por técnicas e métodos para conseguir vender seus produtos. Vamos explicar várias formas para aumentar seu faturamento de maneira simples, rápida e objetiva.

Como aumentar a produtividade da equipe

Aumentar a produtividade da equipe é um tema sempre em pauta nas empresas. Afinal, equipes que produzem mais geram mais valor, permitindo à empresa crescer consistentemente.

Metas e objetivos: como definir e qual a importância

As metas e objetivos são elementos-chave dentro das organizações, permitindo que as empresas cresçam de forma consistente ao longo dos anos.

Plano de negócio: Qual a importância e como fazer

Se você é do ramo empresarial ou tem experiência no empreendedorismo, com certeza já ouviu falar em plano de negócios, não é verdade? No entanto, muitas pessoas estão tendo um primeiro contato com esse mundo, e mal sabem o básico para serem bem-sucedidas nele.

Plano de ação empresarial - a importância de você ter um e como montar o seu

A criação de um plano de ação é vital para o desenvolvimento de uma empresa, pois mais do que possuir ideias inovadoras e/ou ter potencial de sucesso no mercado, uma organização precisa saber exatamente colocar seus objetivos em prática.

Mercado Digital - Por que sua empresa precisa estar nele?

Mercado digital é um termo a que muitos empresários ainda precisam se acostumar. Não são poucos aqueles que ainda ignoram as possibilidades que os aplicativos, os marketplaces e a internet como um todo oferecem no que se refere ao comércio e à prestação de serviços.

Como aumentar vendas em empresas de serviços

Você sabe como oferecer prestação de serviços de qualidade para seu cliente? Pensa que a sua empresa presta um serviço de excelência? Se a resposta for sim, que ótimo. Mas e a opinião dos seus clientes, é a mesma? Pois é aí que o sapato aperta.

Como estruturar um processo de vendas

Independente do tipo de empresa, há um time que tem um papel fundamental para alcançar o sucesso - estamos falando do time das vendas - que tem o papel fundamental de converter as oportunidades transformando-as numa venda e consequentemente em lucro para a empresa.

Canais de vendas - O que são e qual a importância

É através dos canais de venda que o cliente passa a ter contato com a sua empresa. É aí que ocorre a atração do público que ainda não é seu cliente, mas tem intenção de compra do seu produto ou serviço.

Receba conteúdo épico no seu e-mail

Diretamente no nosso QG pra você. Só os melhores conteúdos.

Obrigado! Você está inscrito em nossa lista.