Mercado Digital

Por que sua empresa precisa estar nele?

Mercado digital é um termo a que muitos empresários ainda precisam se acostumar. Não são poucos aqueles que ainda ignoram as possibilidades que os aplicativos, os marketplaces e a internet como um todo oferecem no que se refere ao comércio e à prestação de serviços.

Por outro lado, uma gama enorme de empreendedores já entendeu que não dá mais para fugir do uso da tecnologia. Assim, já decidiram explorar os recursos dela e, no geral, estão obtendo bons resultados.

O “novo normal”, provocado pela crise sanitária mundial, é uma realidade e está incorporado à vida das pessoas, pelo menos das mais preocupadas com o futuro.

Há quem diga que muitas tecnologias surgiram a partir de uma necessidade que tinha de ser suprida com urgência. E o que a pandemia provocou foi exatamente isso. O isolamento social forçou as pessoas a comprarem e adquirirem serviços de forma remota, e isso aconteceu com uma velocidade estrondosa, muito além do esperado pela maioria das pessoas.

A pandemia forçou empresários e pessoas comuns a adaptarem suas vidas rapidamente. Dessa maneira, o mercado digital ganhou força, se estabeleceu de maneira assertiva e agora está amplamente disponível para quem quiser comprar, vender e negociar.

Mas é preciso entender que a evolução do mercado digital era inevitável. Já iria acontecer, independentemente do surgimento de uma doença mundial.

O que este artigo quer mostrar é a situação do mercado digital no mundo e como ele vai afetar sua organização. Você está preparado? Acompanhe a partir de agora tudo o que você deve saber sobre o mercado digital.

O que é o mercado digital?


Como já adiantamos, a internet mudou o nosso comportamento de consumo. O aumento do número de pessoas que executam atividades deste tipo só aumenta. A tecnologia mudou a nossa forma de nos relacionar com o mundo.

O smartphone é uma ferramenta extremamente comum hoje. E na última década ela se tornou ainda mais acessível, com a enxurrada de modelos que invadiu o mercado. E é por meio dos dispositivos móveis que muitos negócios são fechados.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-TIC), do IBGE, apontou que, até 2019, 3 em cada 4 brasileiros acessaram a internet de alguma maneira. Desses, 98,1% o fazia pelo telefone celular.

Hoje é fácil comprar, vender e fazer transações financeiras com um smartphone. É aí que o mercado digital encontra o seu fôlego. Para definir de forma simples: mercado digital é o conjunto de processos comerciais (venda, compra, troca, etc) que utiliza, em algum momento, a internet.

É um método ou um local de compra e venda de produtos. Alguns desses locais são os sites de e-commerce e também as redes sociais. O mercado digital procura se valer da alta quantidade de pessoas para apresentar produtos. Sua principal característica é a existência de uma grande rede de pessoas, produtores ou comerciantes, suprindo as necessidades dos consumidores.

Pode parecer que se trata de um segmento novo, mas na verdade não é bem assim. Grandes empresas já estão há algum tempo praticando o mercado digital , sempre com a intenção de oferecer um atendimento com alta qualidade e modernidade, atraindo e fidelizando.

Nesta era da informação, as oportunidades de interagir e trabalhar com o que é digital trazem o que pertence ao mundo físico para o virtual. Hoje se encontram muitos dos serviços do mundo real no formato digital. Pense por exemplo nos antigos alugueis de filmes, substituídos pelo streaming. Lembre-se também das corridas de táxi, hoje contratadas por aplicativo. A cara destes serviços mudou, sem prejuízo da qualidade na prestação.

Se você sente que a sua empresa não está progredindo nesses quesitos, fique sabendo que é fácil operar no mercado digital, oferecendo opções seguras para comprar, vender, pagar e divulgar. Mais adiante, você vai entender como é possível se destacar nele.

Qual a importância do mercado digital?


As principais tecnologias, conforme destacado no começo, surgem a partir das necessidades humanas. Com o mercado digital não é diferente. A importância dele tem muito a ver com prover soluções para os problemas decorrentes do nosso próprio existir.

Para exemplificar: o serviço de banda larga expandiu as redes de telecomunicações, ganhou velocidade na transmissão de dados e incluiu mais pessoas digitalmente. Isto contribuiu para criar um novo mercado, que conta com produtos e serviços antes exclusivos do mundo físico.

Mas para além de um novo mercado, uma nova cultura, a digital, também teve início. Nela, as relações comerciais foram aperfeiçoadas. Consumidor e fornecedor passaram a estar em contato a qualquer hora e lugar na busca de soluções por meio de plataformas interativas.

Com a pandemia, estas relações experimentaram novos impulsos. O advento do PIX, por exemplo, garantiu ainda mais vantagens tanto para vendedores quanto para consumidores, por conta da praticidade e da ausência de taxas.

Dá para dizer que a tecnologia e as demandas do mercado têm fluxos coincidentes. Uma vez que o mercado digital esbarra em um novo desafio, um novo recurso tecnológico surge para superá-lo. Agora conheça dois pontos imprescindíveis que reforçam a importância do mercado digital.

Ele favorece o desenvolvimento da tecnologia

As ferramentas para o funcionamento do mercado digital são dispositivos como computadores, notebooks, smartphones e similares. Elas proporcionam a conexão a páginas do mundo todo, às redes sociais e a empresas.

São conexões que vão além de barreiras físicas, idiomáticas ou culturais. E permitem negociações sem fronteiras. Portanto, estas características motivam um novo comportamento, um novo hábito do consumidor: o imediatismo.

Hoje, os consumidores, em especial os mais jovens, querem tudo rápido e prático. O comportamento de compra do consumidor moderno é outro.E o mercado digital é assim. Aí está um outro fator que mostra a importância que ele tem hoje. Supre a necessidade de quem precisa de tudo para ontem.

O mercado digital acelera o desenvolvimento da tecnologia e isto é um fato. Segundo a ONU, mais de 50% da população mundial já navega na internet e é por isso que as soluções comerciais estão prosperando.

O mercado digital é inclusivo

Quem estava um tanto desconfiado quanto às compras pela internet, ao notar a mudança cultural social provocada pela pandemia ou mesmo pelo avanço da tecnologia, passou a aceitar os novos tempos e fazer parte dos consumidores on-line.

Assim, os empreendedores precisam analisar o cenário das comunicações nos dias de hoje. Precisam levar em conta o grau de maturidade digital que os consumidores já adquiriram para estarem prontos para atuar no mercado digital, sendo capazes de solucionar as novas dores do público.

Para levantar estas informações, existem técnicas essenciais:

Estas informações oferecem suporte no sentido de planejar ou reformular as estratégias para ampliar as vendas ou prestação de serviços.

Como o mercado digital funciona?


O primeiro pensamento quando se fala em mercado digital é nos comércios on-line. E isto está correto. Porém, a definição se estende a aplicativos, a transações financeiras e outros usos mais específicos.

Um desses usos pode ser a disponibilização de cursos e aulas na internet. Os interessados em realizar estas atividades pagam uma mensalidade e dispõem de um login e senha. Com eles, podem acessar e estudar quando e onde quiserem.

Em analogia com o mercado físico tradicional, aqueles que hospedam o produto em seus servidores são chamados de produtores. Eles oferecem a solução para as necessidades dos consumidores de diversos tipos. Tais pessoas podem estar buscando conhecimento, novas habilidades, técnicas para aprimorar seus negócios, produtos para uso pessoal e uma infinidade de outras coisas.

E para a sua empresa, isto é vantajoso. Você pode trabalhar onde, quando e como quiser. Tudo o que você precisa é de um dispositivo com acesso à rede mundial e disposição. Mas não se pode esquecer que o mercado digital depende dos clientes. Eles precisam ter acesso à internet rápida e de forma fácil.

Quem já está no mercado digital?


Se você quer ingressar, ou já ingressou no mercado digital, mas ainda está com algumas dúvidas, conheça casos de sucesso de grandes e médias empresas.

Netshoes

Ela começou com uma simples loja de calçados no ano 2000. Ela contava com apenas 4 pessoas trabalhando, mas em 15 anos se tornou a maior loja virtual de artigos esportivos. Percebendo que a internet tinha um alto potencial para divulgação de produtos, em 2007, a Netshoes deixou de existir fisicamente para vender apenas pela internet. De início, não houve bons resultados.

Entretanto, a persistência e a flexibilidade em se adaptar à demanda dos clientes levou a Netshoes a um faturamento de cerca de 1,3 bilhões de reais anuais, como é hoje em dia.

Amazon

A entrada no mercado digital muitas vezes começa com uma ideia comercial envolvendo o uso da internet. Foi o que aconteceu logo em 1995 com os fundadores da Amazon. Percebendo que os computadores pessoais estavam se tornando cada vez mais comuns, decidiram vender livros pela internet.

A história da empresa se mistura à da própria internet, ambas evoluindo ao mesmo tempo. Ela hoje faz parte das 70 marcas mais poderosas do mundo. Oferece produtos digitais, contando com o próprio aparelho de leitura de livros.

A participação no mercado digital, no entanto, não é uma coisa apenas para grandes empresas. Conheça agora exemplos de empresas de pequeno porte que ingressaram nessa modalidade comercial.

Balaio de Santo

O mercado digital pode levar os empreendedores a se reinventar. Foi isto o que aconteceu com a fundadora deste e-commerce de artigos religiosos. Depois de se graduar em Publicidade e Propaganda e trabalhar em um grande banco, partiu para o próprio negócio.

No entanto, ao invés de abrir um estabelecimento físico, preferiu experimentar o digital. Notando que os itens que ela procurava para o próprio uso não eram fáceis de encontrar, idealizou a solução para esse problema: criar um site que vende e entrega os artefatos.

O Balaio de Santo tem menos de 2 anos de funcionamento, mas já é a maior loja de artigos religiosos on-line do país.

Muskinha

Este é mais um caso de sucesso que nasceu com a tentativa de eliminar uma dificuldade. O casal de fundadores desejava decorar um ambiente da casa com objetos de madeira. Como queriam peças e móveis especiais e o mercado tradicional não dispunha do que precisavam, passaram a fabricá-los.

Dessa maneira, ingressaram no mercado digital desenvolvendo um e-commerce que vende móveis e objetos de madeira feitos artesanalmente para crianças. São produzidos em uma marcenaria e comercializados no digital. Está há cerca de 6 anos no mercado, oferecendo mais de 500 produtos.

Para quem já se convenceu de que o melhor caminho para obter sucesso é o mercado digital, é importante ficar atento às tendências deste tipo de atividade, para não ficar estagnado.

Quais as tendências para o mercado digital?


Volatilidade é um atributo do mercado digital. Ele é dinâmico, e as inovações estão sempre aparecendo. As ferramentas e recursos podem ficar defasados rapidamente. Por isso, ficar de olho nas mudanças é fundamental para o sucesso do negócio. Leia agora sobre 3 delas.

Marketing viral

Este termo define o que acontece quando os produtos vendidos alcançam um número muito grande de potenciais consumidores, muito além do esperado, com um investimento relativamente baixo.

É o resultado ideal para qualquer negócio. Porém, se for de baixa qualidade, um produto pode viralizar, mas pelos motivos errados, gerando uma má reputação para a marca.

Transmissões ao vivo

Elas visam aproximar o público da marca e proporcionar uma interação mais completa. Uma das preocupações do comerciante que faz lives é construir um relacionamento que visa a segurança na compra.

Uma das classificações deste tipo de divulgação são as live commerces. Geralmente contam com shows artísticos e influenciadores que fazem propaganda dos produtos e os oferecem ao vivo, se valendo do carisma e da popularidade.

As principais redes sociais, como o YouTube, o Facebook e o Twitter, são frequentemente empregadas nas lives.

Conteúdos visuais

O sentido da visão sempre foi um dos principais quando se trata de trazer novas informações a uma pessoa. No mercado digital, os recursos visuais são abundantes: vídeos e imagens têm o poder de atrair e fazer o consumidor idealizar o produto e, assim, despertar o desejo de adquirir.

Claro que o conteúdo em texto ainda tem muito valor. Tanto é assim que os sites de muitas empresas contam com blogs, onde são aplicadas estratégias de SEO, (otimização para motores de busca, como o Google) para direcionar visitantes aos e-commerces.

Agora que você já leu bastante sobre o mercado digital, é hora de pensar por que e como a sua empresa deve ingressar imediatamente nele, se ainda não o fez.

Por que sua empresa precisa estar no mercado digital?


Respondendo de forma sucinta: sua empresa precisa atuar no mercado digital porque ele traz uma quantidade gigantesca de benefícios. Você vai vender mais, seus produtos e serviços vão ganhar mais espaço e ficar visíveis a um número maior de clientes. Aqui vão algumas vantagens de estar presente no meio digital:

Possuir presença on-line

Já dissemos que hoje há uma tendência por parte da maior parte dos compradores pesquisar nas redes sociais antes de comprar algo. Buscam conhecer a qualidade da marca e se inteirar da experiência de outros usuários.

Então, a presença na internet precisa ser expressiva e ser multicanal. Não se contente em atuar e vender apenas por uma plataforma, embora sua empresa talvez tenha uma predileta.

Se relacionar profundamente com os clientes

A rede mundial facilita cada vez mais a interação cliente-fornecedor. E é bilateral. Não é só a disponibilização de um produto ou serviço pelo vendedor ou prestador que ocorre. O comprador reage, fornecendo um feedback. Este retorno vai ser útil para criar novas estratégias comerciais.

Ficar à par dos processos de compra

Tudo no mercado digital pode ser acompanhado pelo fornecedor. Desde a busca pelo produto, passando pelos processos de aquisição e pagamento, até o feedback do cliente.

Existem ferramentas de análise que permitem obter esses dados, como o já mencionado Google Analytics.

É fundamental que o negociante saiba que o consumidor pode estar em qualquer canal. Pode estar nas redes sociais, pode estar no smartphone, pode estar no site ou em diversos outros lugares. Assim, certificar- se de possuir uma boa estrutura multicanal é imprescindível para sanar dúvidas dos clientes e atender às suas necessidades a qualquer momento e lugar.

Fidelizar o consumidor

Uma etapa importante dos processos de compra é o pós-venda. Manter contato constante (sem sufocar, claro) com o cliente pode estimulá-lo a comprar novamente ou recomendar a sua marca para amigos e conhecidos.

O meio digital contém ferramentas que permitem manter o cliente por perto. Para exemplificar: e-mails personalizados e conteúdos no blog podem funcionar como divulgadores de novos produtos e incentivar uma nova compra.

Agora chegamos à principal questão: como você pode entrar no mercado digital?

Que passos adotar para ingressar no mercado digital?


Estes são os principais:

Tenha um objetivo e faça um planejamento

Procure determinar de antemão onde você quer chegar. Seu objetivo é lucrar? É ter sua marca reconhecida? Trace metas e procure alcançá-las aos poucos. O planejamento começa na definição do seu capital inicial. Escolha o seu nicho de atuação, o público-alvo e descubra quem são seus concorrentes. Estude-os.

Escolha uma plataforma de e-commerce confiável

As plataformas são sistemas de criação de sites apropriados para comércio eletrônico que o empresário pode contratar. Eles, além de fornecerem a base para a criação do site, também oferecem suporte e técnicas de SEO, o que o torna destacado nos mecanismos de busca.

Observe se as páginas são desenvolvidas com a tecnologia responsiva, que adapta automaticamente o conteúdo à tela em que o cliente está acessando, que pode ser a de um computador ou dispositivo móvel.

Providencie o sistema de pagamento

Quanto mais métodos de pagamento você fornecer, melhor será para sua empresa. Aceite diversos meios de pagamento: cartões, boletos, transferências e PIX. Você pode contratar uma empresa intermediadora de pagamentos, que administrará os pagamentos que você recebe, cobrando uma taxa por transação efetuada.

Dê atenção à segurança do seu e-commerce

Investir na segurança é imprescindível, porque é isso que trará confiança ao seu público. A plataforma de e-commerce escolhida precisa disponibilizar ferramentas como criptografia, validação de código de segurança de cartões, rastreamento de origem dos dispositivos, certificados digitais.

Valorize a apresentação dos conteúdos

Os clientes não vão tocar e ver ao vivo os produtos. Por isso, a boa qualidade das imagens é primordial. São imagens que vão descrever o produto. E são exatamente esses produtos que os clientes esperam receber. Quanto aos textos, escreva-os com atenção.

Além destes passos, não se esqueça de providenciar um bom esquema logístico, para que as suas entregas sejam ágeis e precisas. Muitas vezes, a entrega é um fator importante que fará ou não o seu cliente procurar sua marca de novo. Procure transportadoras de renome.

A tendência é que o mercado digital se torne cada vez mais presente na nossa rotina. Esteja pronto para aprender e errar até dar certo. Cabe a você dominar as técnicas para se destacar. Afinal, as empresas digitais estão tomando conta das transações comerciais. E quem não acompanha essa transformação ficará para trás.

Leia em nosso blog

Como calcular preço de venda, margem e markup

Saiba TUDO sobre como calcular o preço correto dos seus produtos. Aprenda as diferenças entre margem, mark-up, markdown e CLD!

Cálculo do custo do produto fabricado

Aprenda de forma rápida o PASSO A PASSO de como calcular o custo do produto fabricado da sua padaria, confeitaria ou afins de forma correta!

14 Ideias criativas para padaria vender mais

Aprenda 14 ideias criativas para padaria que realmente geram resultados como aumento de vendas e fidelidade dos clientes! Não esqueça de aplicar a ideia bônus.

Layout de loja

Você entenderá de forma clara e objetiva a razão para tratar como prioridade tudo que envolve este processo de organização da sua área de vendas!

Como fazer encarte de supermercado

Neste artigo você vai aprender PASSO A PASSO como fazer um encarte matador! O design é importante, mas vamos focar nas estratégias para você lucrar com ofertas.

Como aumentar vendas no varejo

Todo empreendedor sabe que aumentar vendas é essencial para manter as portas abertas. É por isso que empresas ao redor do planeta procuram por técnicas e métodos para conseguir vender seus produtos. Vamos explicar várias formas para aumentar seu faturamento de maneira simples, rápida e objetiva.

Como aumentar a produtividade da equipe

Aumentar a produtividade da equipe é um tema sempre em pauta nas empresas. Afinal, equipes que produzem mais geram mais valor, permitindo à empresa crescer consistentemente.

Metas e objetivos: como definir e qual a importância

As metas e objetivos são elementos-chave dentro das organizações, permitindo que as empresas cresçam de forma consistente ao longo dos anos.

Plano de negócio: Qual a importância e como fazer

Se você é do ramo empresarial ou tem experiência no empreendedorismo, com certeza já ouviu falar em plano de negócios, não é verdade? No entanto, muitas pessoas estão tendo um primeiro contato com esse mundo, e mal sabem o básico para serem bem-sucedidas nele.

Plano de ação empresarial - a importância de você ter um e como montar o seu

A criação de um plano de ação é vital para o desenvolvimento de uma empresa, pois mais do que possuir ideias inovadoras e/ou ter potencial de sucesso no mercado, uma organização precisa saber exatamente colocar seus objetivos em prática.

Mercado Digital - Por que sua empresa precisa estar nele?

Mercado digital é um termo a que muitos empresários ainda precisam se acostumar. Não são poucos aqueles que ainda ignoram as possibilidades que os aplicativos, os marketplaces e a internet como um todo oferecem no que se refere ao comércio e à prestação de serviços.

Como aumentar vendas em empresas de serviços

Você sabe como oferecer prestação de serviços de qualidade para seu cliente? Pensa que a sua empresa presta um serviço de excelência? Se a resposta for sim, que ótimo. Mas e a opinião dos seus clientes, é a mesma? Pois é aí que o sapato aperta.

Como estruturar um processo de vendas

Independente do tipo de empresa, há um time que tem um papel fundamental para alcançar o sucesso - estamos falando do time das vendas - que tem o papel fundamental de converter as oportunidades transformando-as numa venda e consequentemente em lucro para a empresa.

Canais de vendas - O que são e qual a importância

É através dos canais de venda que o cliente passa a ter contato com a sua empresa. É aí que ocorre a atração do público que ainda não é seu cliente, mas tem intenção de compra do seu produto ou serviço.

Receba conteúdo épico no seu e-mail

Diretamente no nosso QG pra você. Só os melhores conteúdos.

Obrigado! Você está inscrito em nossa lista.